Implantação de UCs na Floresta com Araucárias

O principal objetivo do projeto é contribuir com a conservação da Biodiversidade da Mata Atlântica, através do auxílio na formação dos conselhos consultivos e elaboração dos planos de manejo da Estação Ecológica Mata Preta e do Parque Nacional das Araucárias.

O plano de manejo é um documento que reúne as informações necessárias sobre cada aspecto da unidade de conservação, para possibilitar o planejamento das ações que serão realizadas dentro dela.

A lei que institui o SNUC garante a participação da sociedade na implantação e gestão das UCs, principalmente através da atuação junto aos conselhos das unidades, que podem ser consultivo ou deliberativo dependendo da categoria de manejo da UC.

Com duração de 3 anos (Julho/2007 a Março/2010), o projeto teve a anuência do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade e o apoio financeiro do Ministério do Meio Ambiente – Subprograma Projetos Demonstrativos – PDA Mata Atlântica.

Atividades desenvolvidas

 

Auxílio na formação dos conselhos consultivos da ESEC Mata Preta e do PARNA das Araucárias.

 

 

Elaboração do plano de manejo do PARNA das Araucárias e do Plano de Manejo da ESEC Mata Preta

 

Envolvimento da comunidade local em várias etapas do projeto.

 

Área de atuação do projeto

 

Realizado no estado de Santa Catarina, no âmbito do Parque Nacional das Araucárias e da Estação Ecológica Mata Preta, o projeto envolve municípios da Mesorregião Oeste (Abelardo Luz, Passos Maia e Ponte Serrada).

A região do Oeste de Santa Catarina, formada por 118 municípios, possui população estimada em 1,2 milhões de habitantes, sendo que 37% dela vivem no meio rural. Os municípios estão inseridos na Bacia Hidrográfica do Rio Chapecó.

Principais resultados

 

– Formação dos conselhos consultivos da ESEC Mata Preta e do PARNA das Araucárias;

– Elaboração do plano de ação para conservação da ESEC Mata Preta;

– Elaboração do plano de manejo do Parque Nacional das Araucárias;

– Envolvimento da comunidade local em várias etapas do projeto;

– Minimização de conflitos existentes a partir da criação das UCs;

– Geração de conhecimento sobre as UCs.

Pin It on Pinterest

Share This