Quem Somos

A Associação de Preservação do Meio Ambiente e da Vida (Apremavi), é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, sem fins lucrativos, criada em 09 de julho de 1987. Sua sede está em Atalanta (SC), no sul do Brasil, num amplo e bem estruturado Centro Ambiental localizado junto a um Viveiro de mudas de árvores nativas da Mata Atlântica.

Ao mesmo tempo em que se mantém ativista frente às catástrofes socioambientais em curso, a Apremavi coloca a mão na massa mostrando que existem maneiras de proteger e utilizar os recursos naturais de forma sustentável. Ao longo de sua trajetória, a Apremavi mobilizou grande esforço pelo aprimoramento das políticas públicas ambientais, pela criação de unidades de conservação públicas e particulares, em ações de capacitação e educação ambiental, além de atuar diariamente na restauração e recuperação de áreas degradadas, tendo ajudado a plantar mais de 8,5 milhões de árvores nativas.

Conta hoje com mais de 40 profissionais remunerados e voluntários trabalhando em projetos vinculados a seis áreas temáticas, em Santa Catarina e no Paraná.

Nossa Missão

Defender, preservar e recuperar o meio ambiente e os valores culturais, buscando a sustentabilidade em todas as dimensões e a melhoria da qualidade de vida na Mata Atlântica e outros biomas.

Nossos projetos

Ao longo da sua trajetória a Apremavi já desenvolveu inúmeros projetos, veja a lista de todos os projetos aqui.

Viveiro Jardim das Florestas

Localizado em Atalanta (SC), é um dos maiores viveiros da região sul do Brasil, com capacidade instalada para produzir cerca de 1 milhão de mudas por ano de até 200 diferentes espécies nativas da Mata Atlântica. 

Centro Ambiental Jardim das Florestas

Localizado próximo ao Viveiro Jardim das Florestas, o Centro Ambiental da Apremavi é um centro de referência para Educação Ambiental e o turismo da região. 

Transparência

Carta de Princípios

Editada pela Diretoria Executiva e aprovada pela Assembleia Geral do dia 13 de março de 2008.

Leia a Carta de Princípios.

Valores

Ao longo de sua história, a Apremavi foi construindo e firmando um conjunto de marcas, valores e princípios.

Entenda os Valores da Apremavi.

 

Código de Ética

Aprovada pela Diretoria Executiva, por delegação da Assembleia Geral do dia 24 de junho de 2017.

Veja o Código de Ética.

Estatuto

Fundado em 1987 e alterado em 2019, o estatuto da Apremavi é o conjunto de regras que regulamenta o funcionamento da instituição.

Acesse o Estatuto.

Prestando Contas

A Apremavi disponibiliza seu relatório financeiro anualmente. Essa é uma forma de prestar contas para a comunidade.

Acesse o balanço de 20162017 2018.

i

Relatórios Anuais

Anualmente a Apremavi publica o relatório de atividades do ano anterior, depois de referendados pela diretoria e pela Assembleia Geral.

Acesse o relatório de 2019.

 

Quem faz a Apremavi

Equipe

Aldo Krause, Alex Teodoro Sieves, Carolina Schäffer, Daiana Tânia Barth, Edegold Schäffer, Edilaine Dick, Edinho Pedro Schaffer, Emílio André Ribas, Geraldo Sauer, Grasiela A. Hoffmann, Jacson Floresti, Leandro da Rosa Casanova, Luiz Esser, Maíra Ratuchinski, Marcos José dos Santos, Maria Luiza S. Francisco, Mauri da Luz, Maurício B. dos Reis, Nirto Silva, Pedro A. Ferreira, Rafael de Espíndola, Rafaela C. Sella Erthal, Sidnei Prochnow, Sirlene Ceola, Taís Fontanive, Tatyana Vogelbacher e Weliton de Oliveira Machado

Menor Aprendiz
Vitor L. Zanelatto

Voluntários
Almir da Luz, Miriam Prochnow, Urbano Schmit Jr., Vitor Sá e Wigold B. Schäffer

Dados de abril de 2020.

Diretoria Executiva
Biênio 2019 – 2021

Edinho Schäffer
Presidente

Miriam Prochnow
Vice-presidente

Maria Luiza S. Francisco
1ª Tesoureira

Valburga Schneider
2ª Tesoureira

Urbano Schmitt Junior
1º Secretário

Tarcísio Polastri
2º Secretário

Conselho Fiscal
Biênio 2019 – 2021

Titulares
Alexandre Tkotz, Almir da Luz e Odair Luiz Andreani.

Suplentes
Lenita Galvani Scharf e Solange Steinheuser.

Conselho Diretor
Biênio 2019 – 2021

Wigold B. Schäffer, Ivone S. Namikawa, João de Deus Medeiros, Ivanor Boing, Cleusa M. K. Boing, Lauro Eduardo Bacca, Manoel Fernandes Bittencourt, Noemia Bohn, Rainer Prochnow, Rubens Scheller, Pedro Adenir Floriani, Carlos Eduardo Petry, Neide Machado, Gabriela Schäffer, Marcos Alexandre Danieli e João Paulo Ribeiro Capobianco. 

Associados

A Apremavi conta com um quadro de quase 400 associados que participam da Assembleia Geral e ajudam a decidir os rumos da instituição. Com eles mantemos um canal de comunicação direta e é a contribuição de cada um deles que ajuda a Apremavi a sobreviver diante dos tempos de crise. Cada novo pedido de associação é validado pela Diretoria Executiva da Apremavi.

Quer se associar? Saiba como aqui

Estagiários

Desde que foi fundada, a Apremavi já recebeu mais de 700 estagiários e voluntários, dentre eles estudantes e técnicos, do Brasil e do exterior, além de pessoas dos mais variados setores da sociedade interessadas em realizar serviços voluntários.

Quer fazer um estágio na Apremavi? Saiba como aqui.

Parceiros

A Apremavi acredita no intercâmbio e nas parcerias como melhor forma de enfrentar os problemas socioambientais. Faz parte de inúmeras Redes e Coletivos e tem parcerias com empresas, poder público, Organizações Não-Governamentais, instituições de ensino e universidades, cooperativas e associações, sempre procurando aprimorar sua estratégia de ação e seu trabalho.

Institutos, Fundações e Organizações
Acaprena, Ashoka, Avina, BUND, Conservação Internacional, Eco Agriculture, Fundação Grupo Boticário, Fundo Socioambiental CASA, Instituto Socioambiental, Inter-American Foundation, IUCN, Mater Natura, Observatório de Justiça e Conservação, SOS Mata Atlântica, SPVS, TNC, WRI, WWF

Empresas
Bloom Bits, Bravo, Farbe, Klabin, Malwee, Metalúrgica Riosulense, Riomed, Supermercado Archer, Tecer Ambiental, Van Melle

Instituições de Ensino
Escola de Educação Básica Dr. Frederico Rolla, EMEF Ribeirão Matilde, EMEF Vila Gropp, FURB, UFSC, Unidavi, UnoChapecó

Redes e Coletivos
Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura, Diálogo Florestal, FEEC, Observatório do Clima, Observatório do Código Florestal, FEEC, Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, Pacto pela Mata Atlântica, Plantando o Futuro, Rede Mata Atlântica, RPPN Catarinense, The Forest Dialogue

Cooperativas
Cooptrasc, Cresol

Instituições públicas e Governo
Amavi, BNDES, Epagri, FUNBIO, ICMBio, Petrobras, Prefeituras Municipais do Alto Vale do Itajaí, Sebrae

Imprensa
Editora Expressão, Diário do Alto Vale, O Eco, Rádio Mirador, RBA TV

Prêmios recebidos

Além dos prêmios recebidos ao longo de sua trajetória, em 2007, em função da comemoração dos 20 anos da instituição, a Apremavi instituiu e entregou o Prêmio Imbuia. Criado para homenagear pessoas e instituições que se destacam no trabalho em defesa da natureza e de sua biodiversidade. Confira notícias sobre essa iniciativa aqui.

Prêmios Latinoamérica Verde | 2020

Concedido ao Viveiro Jardim das Florestas por fazer parte do ranking dos 500 melhores projetos sociais e ambientais da América Latina.

24º Prêmio Expressão de Ecologia | 2016 - 2017

Concedido pela Editora Expressão ao Viveiro Jardim das Florestas na categoria Conservação de Recursos Naturais.

23º Prêmio Expressão de Ecologia | 2015

Concedido pela Editora Expressão ao projeto “Projeto Araucária” na categoria Educação Ambiental.

15º Prêmio Expressão de Ecologia | 2007

Concedido pela Editora Expressão ao projeto “Planejando Propriedades e Paisagens” na categoria Conservação de Recursos Naturais.

Prêmio Fritz Muller | 2005

Concedido pela FATMA a Apremavi pelas ações em defesa da natureza e da qualidade de vida dos catarinenses.

Troféu Talentos Empreendedores | 1998

Concedido pelo Sebrae e pelo Grupo RBS a Apremavi pelo empreendedorismo nos seus projetos.

Prêmio Bem Eficiente | 1997

Concedido pela Kanitz & Associados de São Paulo a Apremavi pela profissionalização e transparência na administração institucional.

25º Prêmio Expressão de Ecologia | 2017 - 2018

Concedido pela Editora Expressão ao projeto “Matas Sociais” na categoria Conservação de Recursos Naturais.

Prêmio Gigantes da Ecologia | 2017

Concedido a Apremavi, pelo IGE, por sua trajetória de luta pela defesa e conservação do Meio Ambiente.

16º Prêmio Expressão de Ecologia | 2008

Concedido pela Editora Expressão ao “Programa Matas Legais” na categoria Conservação de Recursos Naturais.

Prêmio Ford de Conservação Ambiental | 2005

Concedido pela FORD e pela CI, para a fundadora da Apremavi, Miriam Prochnow, por sua brilhante contribuição para a conservação da Mata Atlântica e trajetória ambiental.

Troféu Lobo Guará | 1999

Concedido pela Polícia de Proteção Ambiental de Santa Catarina a Apremavi por sua atuação em prol do meio ambiente.

6º Prêmio Expressão de Ecologia | 1998

Concedido pela Editora Expressão a Apremavi pelo trabalho desenvolvido em prol da defesa da Mata Atlântica e dos índios na categoria Educação Ambiental.

Prêmio Responsabilidade Socioambiental | 2017

Concedido a Apremavi, pela Revista Ekos, como um reconhecimento aos relevantes serviços prestados à coletividade.

20º Prêmio Expressão de Ecologia | 2012 - 2013

Concedido pela Editora Expressão ao projeto “Integração e Capacitação de Conselhos e Comunidades na Gestão Participativa de Unidades de Conservação Federais e Estaduais – Oeste de SC e Centro-Sul do PR”.

Medalha de Mérito Carl Franz Albert Hoepcke | 2008

Concedida pela Assembléia Legislativa do Estado de Santa Catarina pelos relevantes trabalhos na área ambiental e para o desenvolvimento do Estado de Santa Catarina.

10º Prêmio Expressão de Ecologia | 2002

Concedido pela Editora Expressão ao projeto “Conservando a Mata Atlântica através do Enriquecimento das Florestas Secundárias” na categoria Manejo de Recursos Naturais.

Diploma de Mérito Basílio Correia de Negredo | 1997

Concedido pela Câmara de Vereadores de Rio do Sul (SC) a Apremavi pelos relevantes serviços prestados à comunidade e ao povo riosulense.

Troféu Onda Verde - Personalidade Ambiental | 2017

Concedido a Miriam Prochnow, fundadora da Apremavi, pela Editora Expressão, por sua trajetória em prol da conservação da Mata Atlântica.

Prêmio Muriqui | 2010 - 2011

Concedido em comemoração aos 20 anos da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica à Apremavi por suas atividades em benefício da Mata Atlântica.

Prêmio Amigo da Mata Atlântica | 2007

Concedido pela Rede de ONGs da Mata Atlântica ao fundador e conselheiro da Apremavi, Wigold Schäffer, por sua trajetória e luta em prol da conservação da Mata Atlântica.

Troféu Amigo da Comunidade | 1999

Concedido pelo Grupo RBS a Apremavi por sua dedicação ao desenvolvimento das comunidades onde atua.

Título de Mulher Guerreira | 1997

Concedido a fundadora da Apremavi, Miriam Prochnow, pela Prefeitura de Rio do Sul, em nome de toda a comunidade pela índole batalhadora em prol da gente riosulense, no Dia Internacional da Mulher.

Prêmio Fritz Müller de Ecologia | 1996

Concedido pela FATMA a Apremavi por sua atuação pelo bem de Santa Catarina.

Faça uma doação

 

A sua doação ajuda a Apremavi a produzir mudas de árvores nativas para restaurar florestas e recuperar de áreas degradadas, realizar projetos de educação ambiental, e conduzir campanhas em prol da conservação da Mata Atlântica.

 

Doe agora

Depoimentos

O que dizem nossos parceiros

A gente só admira o que conhece. A Apremavi desenvolve um belíssimo trabalho e tem materiais didáticos que nos surpreendem fazendo-nos conhecer ainda mais nossa mais rica flora.

Nara Guichon

Artesã Sustentável

A Apremavi é uma organização muito particular. Tem uma atividade no chão de extrema relevância, faz acontecer. Tem um reconhecimento impressionante na região e no estado. Por isso faço questão de ser associado. Essa pegada de atuação local é o que mais fascina, com a relação com agricultores familiares da região do Alto Vale do Itajaí, com projetos de plantio e o Centro Ambiental. É importante que esse trabalho “pé no chão” seja cada vez mais consolidado.

João Paulo Capobianco

Fundador do Instituto Democracia e Sustentabilidade

Sou sócio da Apremavi, organização que admiro muito, principalmente por ser do interior do Brasil e conseguir ter repercussão nacional. Todos dizem que é preciso estar em grandes centros, como São Paulo, mas eles mostraram que não precisa. Se empenham, têm a vida dedicada à causa e, quando isso acontece, não há limites. A Apremavi é uma inspiração real para todo mundo, com o trabalho no viveiro, com a restauração, sempre se superando com criatividade.

Mário Mantovani

Diretor da SOS Mata Atlântica

Conheço a Apremavi in loco e a coisa que mais me toca é que, desde o início, seus fundadores tinham a filosofia e o entendimento da oportunidade que era restaurar e plantar espécies da Mata Atlântica. O grupo inicial era muito pequeno e sempre buscava restaurar, enriquecer e deixar a Mata Atlântica respirar, voltar a ser como era antes de ser desmatada. Eles lutaram para transformar essas áreas em áreas protegidas, com um ativismo que começou no lar e foi para o Brasil. Conseguiram atingir um público muito mais amplo, mas com o espírito de estar fazendo pela sua própria casa, pela comunidade e pelo bem comum. Colaboraram para levar a Mata Atlântica a ter uma legislação. Admiro essa teimosia ambientalista. Eles realmente amam o que fazem, contagiam não apenas pelo lado racional, mas também pelo entusiasmo e empenho pessoal.

Liana John

Repórter e Editora

A Apremavi tem um dos acúmulos mais expressivos em restauração no país. Ao longo desses 30 anos, foi um polo de transformação na paisagem, numa parte importante do estado de Santa Catarina. Poucas organizações têm resultados de trabalho visíveis por satélite. A Apremavi fez diferença. O ISA sempre teve uma parceria forte com eles, principalmente nas redes em que atuamos juntos, como o Observatório do Clima e na Rede de ONGs da Mata Atlântica. Essa persistência no tempo é uma conquista de poucas organizações.

Márcio Santilli

Fundador do Instituto Socioambiental

Com a conquista de sete troféus Onda Verde, a Apremavi é a ONG mais premiada da região Sul do Brasil. Merecido reconhecimento ao belo trabalho de preservação e recuperação ambiental de nossas florestas.

Rodrigo Coutinho

Diretor da Editora Expressão

A relação com a Apremavi só traz benefício, porque aprendemos a trabalhar com uma ONG. Há 33 anos, quando entrei na empresa, isso era inimaginável. Houve aprendizado dos dois lados. Acredito que a Klabin explora da melhor maneira possível o que uma empresa precisa trabalhar com stakeholders. Vemos o sentimento de compromisso com a comunidade e uma mudança na maneira da empresa interagir, saindo do pensamento paternalista, ainda comum no setor privado.

Ivone Namikawa

Consultora de Sustentabilidade Florestal da Klabin

Sempre achei muito interessante trabalhar com a Apremavi por conta do comprometimento deles com a causa. Eles mostram, com ações práticas, como é possível fazer o impossível. Tanto o viveiro como o Centro Ambiental são exemplos disso. Gostaria de trabalhar muito mais com eles, se pudesse, me mudava para Atalanta.

Silvia Marcuzzo

Jornalista e Artista Plástica

Receba nossos Boletins

Pin It on Pinterest