Bosques de Heidelberg completam 20 anos

26 ago, 2019 | Bosques de Heidelberg, Notícias, Projetos da Apremavi

A história dos Bosques de Heidelberg no Brasil é uma história de parcerias. Tudo começou em 1998, numa primeira visita da Apremavi à cidade de Heidelberg, na Alemanha, onde aconteceu um encontro com representantes da prefeitura e do Bund Für Umwelt und Naturschutz Deutschland (BUND), a ONG ambientalista local. A visita foi coordenada por um integrante do BUND, que havia acabado de realizar um estágio na Apremavi.

Assim surgiu um projeto para restaurar a Mata Atlântica, o Bosques de Heidelberg em Atalanta, com o objetivo de plantar mudas de árvores nativas e atividades de educação ambiental. Com o passar dos anos e a parceria gerando cada vez mais resultados, o projeto passou a ser chamado de Bosques de Heidelberg no Brasil. Já foram plantadas mais de 110 mil árvores de espécies nativas da Mata Atlântica, formando mais de 90 bosques, em 17 cidades. Uma verdadeira história de parcerias.

Os primeiros bosques foram plantados em 1999 e este ano completam 20 anos. Um deles fica na Escola Municipal de Ensino Fundamental de Ribeirão Matilde, em Atalanta (SC), que está desenvolvendo várias atividades alusivas à data com seus alunos. Já noticiamos algumas delas aqui no site da Apremavi. Confira os desenhos que os alunos fizeram na Semana da Biodiversidade e as cartas que eles escreveram na Semana do Meio Ambiente.

Outro bosque fica ao lado Krüger Haus em Trombudo Central (SC). Os proprietários da Krüger Haus desenvolvem atividades relativas à história da imigração alemã na região e também ações de educação ambiental com os visitantes. 

Vale a pena conhecer de perto essa história.

Plantado em 1999 no âmbito do Projeto Bosques de Heidelberg no Brasil, o Bosque da Krüger Haus comemora 20 anos esse ano. Confira as fotos e o vídeo que a Apremavi preparou depois da visita realizada pela nossa equipe.

Autora: Miriam Prochnow.